04 novembro 2013

Uma Solução que pode ser aproveitada .....

A Praga do Escaravelho das Palmeiras matou já algumas Palmeiras Centenárias por este país fora. Aqui na Portela e mesmo no antigo Jardim do Seminário, já morreram e foram abatidas sem gloria, algumas dessas Palmeiras Centenárias. A ideia de as podar e de matar de imediato o ninho instalado na cupula das palmeiras, levou a que varias autarquias tenham resolvido o problema da seguinte maneira, como se vê nas fotos. Porque não aproveitar ainda aqui na Portela por tal decisão. Existem neste momento duas grandes Palmeiras, já mortas na saída da Portela para Moscavide na antiga Quinta da Alegria onde se poderia fazer tratamento idêntico. Ficariam para memoria futura, ja que ninguem se preocupou no tratamento e conservação desta especie.No interior da Portela, sendo estas mais jovens mas já com um caule evoluido, tambem se poderiam tratar algumas por forma a marcar a sua anterior existência.

Estas Palmeiras Centenarias pertenciam ao Parque da Cidade em Coimbra e à Av. Sa da Bandeira tambem em Coimbra.

Etiquetas: ,

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

É sempre uma pena que qualquer árvore morra por falta de tratamento (se é que ele existe, no caso das palmeiras). Mas interrogo-me se será correcto continuar a plantar palmeiras (caras) quando temos espécies nacionais mais bonitas, mais úteis e mais baratas?!
Confesso que sou leigo, mas já vi (li) comentários neste blog, de pessoas que percebem do assunto. Gostaria de as ouvir.

3:37 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Ha realmente muitas arvores "nacionais" que se dariam bem na Portela. As de folha caduca acabam por ser mais uteis a uma urbanização como a da Portela. Fazem sombras necessarias no verão e deixam passar a luz e claridade no inverno quando a folha já caiu. Os freixos e os lodãos são arvores que adquirem certa imponência e beleza e são das menos poluentes.
Meia duzia de palmeiras não farão mal nenhum ao ambiente e diversificam-no. outras palmeiras de outras familias não têm sido atacadas pelo escaravelho, no territorio nacional.

8:29 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Mas este tipo de tratamento das Palmeiras mortas, sempre é preferível do que as serrar e traçar aos bocados. A ideia de limpar as cúpulas foi e esta a ser aproveitada pelos países mediterrânicos onde a praga tem atacado esta espécie de palmeiras.

6:54 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial