08 janeiro 2010


Uma noite que misturou a saudade com a tristeza e a alegria. Fez ontem 25 anos que José Maria Pedroto morreu e o FC Porto não quis deixar passar a data em claro. Uma homenagem sentida, partilhada entre 400 convidados que recordaram à mesa histórias vividas com o Mestre, antecedida pela atribuição do seu nome à sala de Imprensa, abrilhantada por um concerto de música clássica e, acima de tudo, marcada por um discurso sentido e inflamado de Pinto da Costa.
So se esqueceu de contar a historia do Ze do Bone quando em 1973 numa roda de amigos em Coimbra, dizia que com 12.000 contos viraria em 5 anos o futebol para o norte,comprando arbitros e dirigentes desportivos.
Anos mais tarde, no inicio da decada de 80 cumpriu-se a promessa.

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

A seita de trauliteiros la fez homenagem a um homem que abriu os olhos a muita gente.
Quando chegou ao Porto no inicio da decada de 80 encontrou um meio avido de protagonismo pelo bem ou pelo mal.
Conseguiram correr com Dr. Americo Sa e promoveram a director um escorraçado de boas familias. Um individuo a que ja ninguem lhe dava credito familiar.
Foi bem acolhido pelos andrades e foi o que se viu.
Arbitros comprados e presos, dirigentes comprados e presos.
houve de tudo.
E ainda querem mais....?
Arre porra.
Pedroto era esperto e não merecia que o associassem a esta tralha toda.

10:11 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Pois disso não fala este gajo.
Essa seria a maior homenagem que poderiam fazer a Pedroto, que era um verdadeiro estratega.

9:06 da manhã  
Anonymous CSL disse...

Meu dito meu feito.
O gajo quer dedicar o campeonato nem que se tenha que investir muito mais na compra de arbitros e dirigentes.
Foi o que aconteceu em Leiria com a expulsão do guarda redes.
Tinha que ser.
E aquele ataque aos dirigentes da arbitragem?
Agora é que ele vai morrer.
Já esta tudo farto dele e daquele palavriado.

12:22 da tarde  

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial