13 julho 2018

CONTINENTE NA QUINTA DA VITÓRIA?

CONTINENTE NA QUINTA DA VITÓRIA?
Afinal sempre é esse o projecto para esta zona?! 
Parece que vai ser algo em grande e ameaça descaracterizar a zona, pelo menos tal como a conhecemos. 
Sobre este tema, o Presidente da Junta  deu determinados esclarecimentos

É importante antes de passar à explicação sobre este loteamento, com a informação que atualmente possuímos – porque como é sabido este tipo licenciamento é da inteira responsabilidade dos Municípios – fazer um enquadramento sobre a cronologia deste projeto. 

Quando a Junta de Freguesia foi confrontada em meados do mês de Fevereiro sobre este loteamento, através de um Edital da Câmara Municipal de Loures – sem que antes existisse um contacto mais direto e institucional com a Junta de Freguesia – contactei de imediato o Presidente da Câmara Municipal para demonstrar o nosso descontentamento sobre a metodologia adotada pela Câmara Municipal para informar a população do projeto em questão. Nesse contacto transmiti ao Sr. Presidente da CML que a Junta de Freguesia não abdicava de uma reunião pública de esclarecimento com a população, no sentido da CML apresentar detalhadamente o loteamento em questão e com o objetivo de ouvir a população sobre o mesmo e acolher as suas sugestões. 

Importa antes de tudo dizer, que a Junta de Freguesia de Moscavide e Portela apenas poderá formar uma opinião final quando tiver todo o conhecimento e informações necessárias. Apesar de ao dia de hoje já termos mais informações, sabemos também que várias das questões que inicialmente alertámos junto do Município já foram alteradas, como é o caso do afastamento de uma das torres à Torre 1 da Portela. Que inicialmente o respetivo afastamento era de 10/15 metros a um edifício já existente – o que seria um erro injustificável, para além de termos duvidas quanto à sua legalidade. Esta situação era tanto mais estranha quanto a área total objeto de loteamento possui dimensão suficiente para um desenho diferente e um layout que preserve o diálogo equilibrado com os edifícios já existentes. O plano do loteamento contempla a construção de 3 torres de habitação. Como já disse, a informação que atualmente possuímos é que o Município já procedeu a esta alteração. 

Já no tocante às restantes parcelas, nomeadamente às de serviços, de facto existe a intenção do promotor da construção de uma área com cerca de 7000 m2, onde inicialmente não sabíamos se se tratava de uma área comercial ou de uma área de outros serviços. Mas após os esclarecimentos prestados à Junta de Freguesia, ficámos a saber que dentro dessa área, existe uma zona comercial, com cerca de 4000 m2 - também não sabíamos se se tratava de um centro comercial ou de um supermercado - contudo, após várias pressões da Junta de Freguesia, no sentido de obter mais informações, ficámos a saber também que esta área não será para um centro comercial, como era inicialmente previsto e que fomos claros na rejeição dessa situação, informando que íamos inviabilizar este loteamento caso isso viesse acontecer, mas que é para um supermercado da marca continente, à semelhança do edificado comercial da marca LIDL que existe na Portela. E está ainda previsto, mas mais encostado para a zona de Lisboa, a colocação de umas bombas de combustível, essa é também a informação que tivemos acesso. 

Relativamente aos restantes espaços, existe a intenção da construção de espaços verdes com respetivos equipamentos de lazer e um edifício da Santa Casa, que posso confirmar que se trata da instalação de um equipamento dedicado à 3ª Idade, com centro de dia e lar. Este edifício estava previsto para outra localização, mas a sua volumetria mostrou-se excessiva para o local original, optando-se pela sua deslocalização para esta parcela. Permita-me, porém, referir que a informação que temos relativamente a este assunto é reduzida, dispersa e por vezes até incoerente, isto apesar das iniciativas da Junta de Freguesia em junto da entidade que licencia este tipo de operação, a Câmara Municipal de Loures, obter as informações necessárias por forma a informar as pessoas e ter desta pretensão uma opinião mais sustentada. Fomos conseguindo obter algumas informações e na base do que soubemos, conseguimos já várias alterações, como já referi da questão da proximidade do prédio de habitação, os equipamentos de lazer nos espaços verdes a executar e a não implementação de um centro comercial, destaco apenas estas pequenas/grandes conquistas, mas ainda é preciso ter mais informação e na base da mesma, tomarmos as devidas decisões. Em relação ao prédio da Gebalis que é mencionado que pode ser demolido, informo que isso não corresponde em nada à verdade. 

Não obstante é possível desde já afirmar que se estas alterações que solicitámos não se confirmarem, a nossa opinião e parecer serão frontalmente contra. Esta oposição ao projeto não se centra na visão que temos para o espaço, o qual deve ser qualificado, mas pelo programa definido para o mesmo e devidamente enquadrado com o aspeto urbanístico da Portela. Contudo, acreditamos, que a Câmara Municipal aceitou de facto, todas as sugestões da Junta de Freguesia, é pelo menos essa a informação que nos foi transmitida – no entanto, ainda precisamos de saber os restantes detalhes do projeto e acima de tudo qual é a opinião da população.


Cremos que é possível chegar a uma solução equilibrada que garanta a rentabilidade do promotor privado sem, com isso, criar conflitos com a população ou comerciantes já instalados. É de equilíbrio que falamos.

Como o já referido temos que ter conhecimento concreto e integral da pretensão. Por principio entendemos que não devemos negar a oportunidade de investimento qualificado na freguesia, mas o mesmo não pode ser à custa do tecido económico já existente. Essa não é a nossa linha de atuação.

Estamos a falar de um espaço que é altamente valorizável sem que haja necessidade de soluções que não integrem as pessoas, os residentes, os comerciantes e as atividades económicas já existentes. Tem que haver racionalidade na operação e inteligência em quem a licencia, no caso a Câmara Municipal de Loures.

A este propósito importa sublinhar que o desconhecimento que a Junta tem acerca de mais detalhes do projeto, resulta de um comportamento que criticámos e continuamos a criticar na Câmara Municipal.

Importa novamente dizer que aquele terreno é privado e que devemos por isso olhar para aquela área como uma área de possível desenvolvimento de projetos privados. Olhamos para essa realidade não como uma fatalidade, mas como uma oportunidade.

Por outro lado, torna-se evidente que aquele espaço está hoje desqualificado e carece de uma operação que o requalifique e o devolva à população em condições de ser utilizado.

Ora o que acontece é que o projeto, aquele que nos foi apresentado em partes, pode não defender os interesses da freguesia da forma equilibrada que julgamos ser possível. De facto, uma operação de loteamento com esta dimensão vai libertar zonas para áreas verdes de utilização pública. A construção de um equipamento da Santa Casa também contribuirá para suprir uma grave carência da freguesia em matéria de apoio aos séniores, e com essa dimensão nós concordamos, mas o restante projeto pode contrariar essa lógica, nomeadamente se as localizações dos edifícios de habitação não forem alterados como sugerimos – e aqui como já referi, foi transmitido que ia ser alterado, mas importa ter essa certeza. E a área comercial se esta for dedicada a atividades económicas no âmbito de um centro comercial – situação que também nos informaram que afinal não era um centro comercial, mas sim, um supermercado. 

A solução passará, não pela não construção, mas pela alteração do loteamento e desenho por forma a que o mesmo se torne mais equilibrado e integrado na freguesia.

Permita-me dizer e informar que a Junta de Freguesia manifestou durante meses a sua discordância com o projeto das mais variadas formas e através dos mais variados canais. Desde o envio de ofícios à Câmara Municipal, até ao contacto direto com o Sr. Presidente da Câmara Municipal, Dr. Bernardino Soares, até à interpelação em Assembleia Municipal, a Junta de Freguesia de Moscavide e Portela tudo tem feito para, por um lado ser cabalmente informada e esclarecida sobre o loteamento e as suas características, e por outro e mais importante que a população tenha conhecimento da pretensão e possa sobre ela expressar-se.

Deixe-me ainda referir que a postura da Junta é muito clara: Não aceitaremos que este loteamento ou qualquer outra operação urbanística resulte numa lesão para o equilíbrio da freguesia e tudo faremos para que a mesma possa ser uma oportunidade de qualificação.

É nesse objetivo que trabalhamos e estamos disponíveis para continuar a dar contributos, basta para tal que a CM de Loures aceite também conversar com a população que representamos. Para além de fazer sentido que a Câmara Municipal realize uma sessão pública de esclarecimento para a população – e esse trabalho também o temos feito - com a limitação da informação que temos. Contudo, essa sessão tem que ser feita em conjunto com a Câmara Municipal, porque são eles os possuidores de toda a informação deste loteamento e, temos tentado de todas as formas que a Câmara Municipal de Loures realize uma sessão pública de esclarecimento, foi isso que pedi já diretamente ao Senhor Presidente da Câmara Municipal, que a enviámos também através de oficio a solicitar, com conhecimento às administrações das torres da Portela mais próximas do loteamento, que também solicitei diretamente à Câmara em duas sessões da Assembleia Municipal. Felizmente parece que ao final de vários meses a insistir e reivindicar a realização dessa sessão, a mesma vai acontecer no decorrer deste mês. 

A Junta de Freguesia tem feito reuniões com os moradores, edifício a edifício por forma a recolher contributos e opiniões sobre esta questão. Só assim faz sentido e foi esse o compromisso que assumimos com a população “…que as pessoas voltem a estar nos centros de decisão e no centro da decisão…”.

É com estes contributos e através deles que estamos em condições de apresentar mais contributos junto da Câmara Municipal de Loures, para além dos que já apresentámos na base da informação que nos foi disponibilizada, e ter um diálogo que vise melhorar a proposta. 

A situação ainda não é irreversível e para que se possa reverter, caso seja necessários, basta que haja vontade política da Câmara Municipal. É a Câmara Municipal que licencia este tipo de operação, portanto é a Câmara Municipal que pode operar as modificações que entendemos como justas e apropriadas.

Por outro lado, importa dizer que tudo faremos para que esta proposta, seja melhorada e que seja incluída as alterações necessárias ao seu melhoramento. Seja pela pressão institucional de uma postura intransigente na defesa dos interesses das pessoas e da freguesia, seja pela capacidade política de, nos órgãos próprios, nos opormos a uma operação viesse a ser lesiva, tudo faremos para que os cidadãos da Portela e de Moscavide possam perceber que têm na Junta de Freguesia um parceiro que os defende e tem uma postura de força quando em causa estão temas que nos tocam a todos enquanto comunidade.

Cumprimentos e disponham sempre,

09 julho 2018

TENIS - AM Portela Vice Campeã Nacional 2ª Div.Escalão +35

AMP TÉNIS
No passado fim de semana realizou-se em Vale de Lobo , o Campeonato Nacional de Equipas , 2ª Divisão , escalão + 35 , prova promovida pela Federação de Ténis Portuguesa ,em que participou a equipa da AMP . Após se ter sagrado Campeã Regional no passado Junho , a nossa equipa foi Vice Campeã Nacional , assegurando assim a subida ao 1º Escalão . Foram quatro dias de prova , assegurando a equipa da AMP o primeiro lugar do grupo , que lhe permitiu chegar a final . Na final , foi vencida pela equipa do Clube de Ténis de São João-Lisboa por 3-2. Uma excelente prestação ! Parabéns a todos os jogadores ! Bem hajam !

02 julho 2018

Universidade Senior da Portela - Inscrições Abertas

📚 As inscrições para o Portela Sábios, a nossa Universidade Sénior, já estão abertas para o ano lectivo 2018-19.
Inscreva-se!

22 maio 2018

O "Algodão" na Portela

Este ano, era um ano para se ter procedido a podas nalgumas arvores da Portela, essencialmente para os choupos "femeas". Essa poda não foi feita e aquela limpeza que se fez nalgumas delas, até "aguçou" mais ao aparecimento da flôr que dá este algodão. O mal estar das pessoas que circulam à volta do Centro é evidente. manifestam-se das mais variadas maneiras, acusando os serviços da Junta e da Câmara de não terem tomado conta e a devida nota, das ocorrencias que verificam sempre nos inicios de Maio de anos anteriores. Perguntam-se porque não foram podados os Choupos? Este ano foi e é de mais. Como nesta fase não choveu, é uma calamidade o ar ambiente que envolve certas zonas da Portela. Nunca se vendeu tanto colirio nas Farmacias da Portela para tantas inflamações no aparelho ocular, bem como a venda de mascaras.
São umas Tecnicas da Câmara que se opõem às podas? Não é de acreditar. Há noção das arvores ou arbustos que não deverão coexistir em meio urbanos apertados e de grande ocupação populacional? São o caso destes choupos ou dos platanos que não devem existir em tal quantidade na Portela. Em anos anteriores lá se foi procedendo ao abate de alguns choupos com a substituição imediata por tipos de freixos, aceres, castanheiros da india e mesmo gravileas. Este ano não se viu nada disso.

Etiquetas: ,

FUTSAL - Jogos de Fim de Semana

Praticamente a chegar ao fim a epoca de Futsal das equipas da AMPortela. Ainda a decorrer o Campeonato de Iniciados. 
Campeonato Distrital - 1ª Divisão 
AM PORTELA  - Acad. Ciências  7-4

Excelente vitoria consolidando assim o 2º lugar na prova.
O proximo jogo com o Infantado será decisivo para a conquista do 1º lugar. Se a Portela vencer será o campeão desta serie.

Etiquetas:

20 maio 2018

O Verão em Ferias


17 maio 2018

A Feira Medieval da Portela

 Para a primeira edição de qualquer evento, não é muito comum ter o número de participantes que se teve nos 4 dias, situação que não se estava à espera e por isso ultrapassou as melhores expectativas. Assim, a Feira Medieval da Portela entrou diretamente para o Top dos eventos com maior participação de pessoas no Concelho de Loures.
Não foi só a população da Portela que marcou presença, foi de várias Freguesias do Concelho de Loures e de Lisboa, como também muitos estrangeiros que nos visitaram, fruto evidente da localização privilegiada da Portela. É possível atrair turistas para as localidades limítrofes da Cidade de Lisboa, algo que ficou provado com este evento. 
O trabalho que se fez é algo grandioso - proximidade, organização, logística, limpeza, atendimento, comunicação, imagem - foi ingredientes que marcaram a diferença.Parabens a todos os trabalhadores, colaboradores da Junta de Freguesia.
A escolha do espaço e o seu arranjo foi claramente um dos segredos do sucesso deste evento. O espaço que foi requalificado por cedencia da Associação dos Moradores da Portela, após anos de algum desinteresse por parta da Junta de Freguesia e da Câmara que não cumpriram o prometido aquando da requalificação do Campo Polidesportivo, da Cobertura dos Balnearios e da edificação das Instalações da Universidade Senior,levando a um estado de abandono com portões abertos e a proibição da utilização do seu sistema de rega.
Isto criou a curiosidade local, de se vêr o que a Junta de Freguesia agora lá andava a fazer, o que fez que as pessoas o tivessem procurado. É de realçar a importância que teve e tem a Associação de Moradores da Portela, em que só foi possível a realização deste trabalho, porque as duas entidades (Junta de Freguesia e Associação de Moradores)  trabalharam em colaboração e com um único objetivo de satisfazer os moradores da Portela. A localização da Feira foi valorizada com a cedência de balneários para os artistas poderem mudar os trajes, da iluminação em algumas zonas, entre outras situações pela Associação de Moradores da Portela. 


A animação itinerante durante todo o evento e as atividades na liça com os torneios medievais a cavalo e apeados, trouxeram efetivamente a “Medieval” à Portela no antigo Jardim Infantil da Associação..
Sem estes espetáculos não era possível dizer que este evento tinha sido um sucesso. Os torneios e as atividades na liça tiveram todos, lotação esgotada. 
A oferta de expositores  ( 53) e a sua variedade e especificidade, foi a garantia do sucesso deste 1º evento realizado na Portela.Eles criaram o ambiente de festa durante 4 dias.

É importante fazer da Portela uma Urbanização atrativa, para os residentes, como foi o proposito do seu Arqº Projectista A.Silva e do seu Urbanizador Manuel da Mota.

Este trabalho é feito através do melhoramento e valorização do espaço público, da implementação de atividades sociais, culturais, lúdicas, pedagógicas, entre outras, mas também na criação de eventos temáticos que se tornem uma referência, em primeiro lugar no contexto de Freguesia e  Municipal.

Etiquetas:

Feira Urbana da Portela


16 maio 2018

Caminhadas e Caminheiros




15 maio 2018

Assaltos nas Urbanizações da Portela e do Cristo Rei da Portela

Assaltos a viaturas com roubo de pneus e jantes  foi tema nas ultimas semanas.
Seita de jovens que por vezes visitam os Parques Urbanos do Cristo Rei e da Portela, acabam a noite na recolha....
parece que so nos ultimos dias é que apanharam alguns desses jovens em flagrante delito.

Ver reportagem do Portugal em Direto na RTP1.

https://www.facebook.com/jfmoscavideportela/videos/1723095494449703/?t=0

Etiquetas:

FUTSAL - Jogos de Fim de Semana

 Iniciados  Campeonato Distrital - 1ª Divisão -
Domingo 13
Milharado vs AM PORTELA ZONA ÓPTICA  2-14
Vitoria  normal e folgada da equipa da Portela. Uma equipa que subiu de rendimento na 2ª fase da prova. Pena não terem feito assim um campeonato na 1ª fase.
 Infantis Campeonato Distrital AF Lisboa -
Sabado 12
AM PORTELA ZONA ÓPTICA  vs CA Desportos "B  4-4
Jogo com emoção e casa cheia.  Estiveram a assistir nas bancadas um numero consideravel de apoiantes das duas equipas  bastante superior aquilo que se viu esta epoca mesmo com a equipa de Seniores.
A Portela começou bem o jogo, controlou o adversario, marcou o ritmo de jogo e marcou bons golos. Estando a ganhar por 4-0 começou uma fase de menores concentrações com substituições em tempo sem ter um ritmo de jogo consolidado.
Nessa fase sofre 1 golo e em vez de se remediar de imediato com uma defesa segura, facilitou-se e o adversario faz 2 golos rapidos invertendo a tendencia do jogo. Alguma desorientação pelo seu desenquadramento, A Portela fez entrar o seu melhor 5  e o ritmo do adversario não abrandou, tendo acabado o jogo empatado, resultado este que colocou o adversario num lugar acima na classificação final. Foi pena, pois esta equipa da Portela merecia um melhor lugar na classificação.
 Benjamins Liga Jovem Futsal -
Domingo 13
Infantado  vs AM PORTELA ZONA ÓPTICA  3-3
Bom resultado em casa do adversario. Jogo equilibrado que poderia pender para qualquer dos lados.

Etiquetas: ,

01 maio 2018

A limpeza do antigo Jardim da Associação nas noticias da Junta de Freguesia


ESPAÇO ENVOLVENTE ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DA PORTELA
Após muitos anos vedado e abandonado foi agora devolvido à população - espaço envolvente à Associação de Moradores da Portela, situado junto ao Jardim Almeida Garrett. "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce"
Este espaço que se apresentava altamente desqualificado e abandonado, o que representava uma situação de risco para toda a área adjacente, apresenta hoje uma aparência mais cuidada e deixou de ser visto como um risco
 Esta será sempre a nossa postura: Tudo fazer para que cada espaço da freguesia represente uma mais-valia, não só para os residentes mas também para quem nos visita.
A imagem da Freguesia é também o nosso espaço público, que pode gerar uma perceção positiva da Freguesia e garantir dessa forma uma identidade coletiva.
A cada dia a obra vai crescendo, os compromissos vão-se cumprindo e a qualidade da nossa Freguesia melhorando.
“É certo que muito falta fazer, mas é fazendo sempre, sem nunca baixar os braços, que os compromissos se vão cumprindo.”
Uma Freguesia Dinâmica e em Movimento!
Contamos contigo.
Vamos Juntos! Primeiro as Pessoas!



Etiquetas: ,

30 abril 2018

FEIRA MEDIEVAL DA PORTELA



FEIRA MEDIEVAL DA PORTELA
De 10 a 13 de Maio, no Jardim Almeida Garrett
Mercadores, Tavernas, Danças Medievais e Orientais, Recriações Históricas, Combates a Cavalo, Espectaculo de Fogo e muitos outros motivos de interesse.

Etiquetas: ,

28 abril 2018

FUTSAL - Jogos de Fim de Semana

Campeonato Nacional de Seniores - 2ª Divisão - Série E
AM PORTELA ZONA ÓPTICA vs SC Vila Verde   4-3
Pavilhão Escola Secundária Portela – 28-04-2018 às 16:00 
Jogo este que decidia a manutenção ou não do Vila Verde  na 2ª Divisão Nacional. A AMPortela já estava despromovida e esse ate foi um motivo para jogar descontraida e com a unica ambição de cumprir.
O Sporting Vila Verde tinha obrigação de jogar para ganhar e foi a AMPortela com toda a calma e ja nos 2 minutos finais que virou o resultado de 2-3 para 4-3. Na época passada este Vila Verde veio à Portela fazer tudo por tudo para que a Portela  não conseguisse os seus objectivos de subida à 1ª Divisão. Num celebre jogo em que choveu no Pavilhão da Portela, o Vila Verde recusou-se a continuar a jogar e foram-se jogar uns minutos restantes no Pavilhão da Escola de Sacavem. Esses minutos não correram bem e a Portela  não conseguiu os seus objectivos. Poderia parecer uma vingança mas não foi. O Vila Verde é que jogou mal com uma equipa pesada e jogando num 5 para 4 fez o 3-2 a seu favor e continou assim correndo-lhe muito mal essa decisão. A Portela aproveitou esses desentendimentos e em duas jogadas rapidas faz os 2 golos que arrumaram definitivamente o Vila Verde.

Torneio Extraordinário AF Lisboa Juniores 1ª Divisão Honra
 SL Olivais vs AM PORTELA ZONA ÓPTICA  4-1
Pavilhão José Rosa Egipto, Olivais – 28-04-2018 - 19:00

Torneio Extraordinário AF Lisboa Juvenis 1ª Divisão Honra
AM PORTELA ZONA ÓPTICA vs SL Olivais  4-5
Pavilhão Escola EB 2/3 Bobadela – 28-04-2018 - 17:00

Campeonato Distrital - 1ª Divisão - Iniciados
 CA São Brás vs AM PORTELA ZONA ÓPTICA  0-8
Pavilhão Escola Miguel Torga, Amadora – 28-04-2018 - 15:00

Campeonato Distrital AF Lisboa - Infantis
 AM PORTELA ZONA ÓPTICA vs PSAAC   13-1
Pavilhão Escola Secundária Portela – 28-04-2018 - 18:30

Liga Jovem Futsal - Benjamins
 Olival Basto "A" vs AM PORTELA ZONA ÓPTICA  6-0
Pavilhão Escola Pedro Alexandrino, Pvª Stº Adrião – 28-04-218 


Etiquetas: ,

24 abril 2018

Eleições na Comissão Politica do PSD

No passado dia 18 de Abril, foi eleita a Comisão Política do Núcleo de Moscavide e Portela  do PSD composta pelos seguintes membros:
Presidente: Jorge Lopes Antunes
Vice-Presidente: Conceição Testos
Tesoureiro: Tiago Mendonça
Vogais: Zaida Pinto Sousa, João Pedro Nunes, Isabel Salvador, Francisco Alexandre e Ricardo Andrade.

Etiquetas:

23 abril 2018

O Parque Urbano e a sua Placa Toponimica

O aproveitamento da Placa permitiu criar uma nova imagem e uma nova ideia.
Fez-se desaparecer a data da Inauguração ( 1 Out 2009)e da Cerimonia com a presença do Sr. Presidente da Câmara  Engº Carlos Teixeira e da Dª Geni Veloso como Presidente da Junta de Freguesia da Portela por um simples slogan do Partido Socialista de Moscavide  das ultimas eleições,  de "Primeiro as Pessoas".


Etiquetas: ,

21 março 2018

FUTSAL - Jogos de Fim de Semana

20 março 2018

Manifestação nas escolas da Portela

Manifestação nas escolas da Portela para exigir obras urgentes

Pais, alunos e professores da Escola Secundária da Portela e da EB 2,3 Gaspar Correia manifestam-se hoje 20 de março contra o estado de degradação daqueles estabelecimentos de ensino.

Foto do Portal Oficial do Agrupamento de Escolas de Portela e Moscavide.
A Associação de Estudantes da Escola Secundária da Portela, no concelho de Loures, convocou uma manifestação para o dia 20 de março, pelas 9h45, em frente ao portão da escola, para demonstrar o desagrado dos alunos face ao estado de degradação deste estabelecimento de ensino e também da EB 2,3 Gaspar Correia.Simbolicamente, os manifestantes utilizarão durante o protesto uma peça de roupa preta. Serão ainda colocadas faixas negras nas fachadas das escolas.A iniciativa, que conta com o apoio da direção, dos pais e dos professores de ambos os estabelecimentos de ensino, surge na sequência de uma petição lançada há semanas a exigir a realização de obras urgentes naquelas escolas. O documento, que já reuniu mais de 3400 assinaturas, pode ser assinado em http://peticaoescolasportela.org
A comunidade escolar alerta que as escolas EB 2,3 Gaspar Correia e Secundária da Portela (Arco-Íris), frequentadas por mais de 1.900 alunos, do 5º ao 12º ano, encontram-se em elevado estado de degradação, necessitando de obras de fundo, que são urgentes a vários níveis.
“Os problemas são inúmeros e foram reconhecidos no mais recente relatório da Delegada de Saúde do concelho de Loures”, frisam.
No que respeita à Escola Básica 2,3 Gaspar Correia, existe “um conjunto muito grande de deficiências a carecerem de urgente resolução”, entre as quais se destaca, “pela sua perigosidade, o revestimento da cobertura dos pavilhões e das passagens cobertas entre estes ser em fibrocimento, contendo amianto, e o mesmo se encontrar degradado”. 
A degradação nos dispositivos de drenagem das águas pluviais (caleiras), que se tem vindo a traduzir em infiltrações nos edifícios, bem como a inexistência de iluminação de emergência e de sinalização de segurança, são outras das deficiências a colmatar. 
Também a Escola Secundária da Portela (Arco-Íris) apresenta “fibrocimento degradado no revestimento da cobertura dos pavilhões e nas passagens entre pavilhões”.
A comunidade escolar assinala ainda os problemas a nível do pavimento e escadas, que apresentam zonas com desníveis e em mau estado de conservação, e da instalação elétrica, com a existência de fios elétricos desprotegidos.
“Não existe sistema de aquecimento nas salas de aula nem plano de higienização do edifício escolar”, denuncia, avançando ainda que “o pavilhão gimnodesportivo apresenta um conjunto de deficiências graves que necessitam de ser supridas em virtude de ter infiltrações de água das chuvas com a consequente degradação do edificado e, no interior, dos pisos e equipamentos”. 
Do Esq.net

17 março 2018

FUTSAL - Jogos de Fim de Semana


SENIORES
AMPortela - AMSAC  2-2
Jogo intenso em que a AMPortela poderá ter hipotecado a sua manutenção na 2ª Divisão Nacional. As duas equipas em dificuldades mas era obrigatorio que a AMPortela ganhasse.
Uma primeira parte de nervosismo em que apesar do equilibrio,sofre dois golos , atingindo-se o intervalo a perder por 0-2.
Outra determinação na 2ª parte e  dominando o jogo não conseguia marcar. Houve varias oportunidades de marcar mas o adversario tambem as teve. A Portela reduziu e a 3 minutos do fim obtem o empate. Em duas jogadas seguintes tem duas oportunidades de marcar, o que lhe daria a vitoria. Não aconteceu e agora ate ao final do Campeonato vai ser uma despedida.
A AMPortela desinvestiu totalmente esta epoca na sua equipa Senior, prevendo-se que o resultado acabasse por ser este. Pode ser uma despedida por varias epocas.
JUNIORES
AMPortela - CAD Acad. Desportos  4-9
Já com alguns Juvenis tentou-se competir com uma equipa mais madura que não deu hipoteses à AMPortela.
JUVENIS
 CAD Acad. Desportos - AMPortela   5-2
.
INICIADOS
AMPortela - Milharado  3-2
.
INFANTIS
Casal Rato - AMPortela  2-5 
.
BENJAMINS
Coleg.Monte Maior - AMPortela  7-1

Etiquetas: ,