18 outubro 2010

A Electrocaca

Com a proxima realização da Exposição de animais no Jardim Autarquico, não era má ideia que fosse apresentado um projecto destes na Portela.
Se foi bem acolhido pendurar flores nos candeeiros, tambem seria interessante colocar uns reciclometros para canideos.
Seria uma inovação e seriamos os primeiros neste esquema de cheirar mal ...

EXCREMENTOS DE CÃO ILUMINAM PARQUE NOS EUA.

Um parque destinado ao passeio de cães em Cambridge, Massachusetts, (EUA), foi equipado com um "digestor de metano", que será usado para criar energia e iluminar um candeeiro de rua. E qual é o combustível para o gerador? Fezes de cão.

A iniciativa está a ser levada a cabo pela organização do projecto Park Spark, que pede aos donos dos canídeos que coloquem os dejectos dos animais no tanque do digestor de metano. Aí, microrganismos decompõem a matéria biodegradável sem a presença de oxigénio, libertando gás metano que é depois queimado para produzir energia e alimentar o candeeiro.. Foi instalada uma roda giratória no cimo do tanque para que os utilizadores do parque revolvam os conteúdos, ajudando a que mais gás suba à superfície.
A equipa de Park Spark espera que o digestor seja posteriormente usado para alimentar outros objectos, como máquinas de pipocas ou projectores de luz - DESDE QUE HAJA MAIS CACA.

Imaginem o que se faria, com tanta M.... que os humanos fazem por aí!

NelaCurado

Etiquetas:

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Agora percebo a idéia da exposição canina é para gerar fundos para o inicio do programa de iluminação do parque com o aproveitamento das fezes dos cães!
Até que enfim, este executivo começa a mostrar trabalho e iniciativas com valor acrescentado para a Portela.

10:56 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Dão mais importacia aos câes,do que às pessoas!

João Micaelo

4:03 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Jóni desculpe, não gostar de animais já denota a educação, mas escrever este lugar comum é demais.

10:12 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial