16 novembro 2012

Construção do Hospital de Lisboa Oriental vai ser revista

Construção do Hospital de Lisboa Oriental vai ser revista
Um Hospital que interessa à zona da Portela.

O Processo de construção do Hospital de Todos-os-Santos vai ser revisto, desde o financiamento, ao comparador público, passando pelo consórcio, segundo o ministro da Saúde.
No final da cerimónia de entrega dos Prémios do Hospital do Futuro, Paulo Macedo, Ministro da Saúde, falou aos jornalistas sobre a construção do futuro centro hospitalar de Lisboa oriental, o “único investimento significativo” anunciado neste Orçamento do Estado, mas cujas condições terão que ser revistas.
“Conseguimos retomar o projecto na medida em que o Ministério das Finanças disponibilizará as garantias necessárias à obtenção do financiamento”, que parcialmente seria obtido através do Banco Europeu de Investimento.
O que a tutela terá agora de fazer é rever todo o processo, nomeadamente se as condições de financiamento se mantêm.
“Há duas coisas que se combinam e nos levam a querer retomar este dossier: é bom para as pessoas e não encarece a despesa do Estado, obtém-se melhor qualidade com alguma redução de custos”, frisou o ministro.
Quanto à possibilidade de se manter o consórcio da Soares da Costa, o ministro Paulo Macedo admitiu que gostaria de não ter que recomeçar este processo todo do zero, mas insistiu na necessidade de rever as suas condições.
“Teremos que ver legalmente quais as intenções. Esse grupo disse que se mantinha disponível, temos que ver se as condições se mantêm as mesmas, a parte do financiamento, etc…”, acrescentou.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial