19 novembro 2013

O Movimento pela Freguesia de Moscavide e a sua NOTA PÚBLICA DO MFM - N.º16

Este Movimento que nasce apos as eleições e composto por elementos que sairam derrotados nas eleições já publicou 16 Notas Publicas após os resultados eleitorais e diz:
 Este novo executivo continua com a política do despedimento e do desmantelamento dos serviços de apoio social da Vila de Moscavide.
 O MFM em notas publicadas anteriormente já denunciou os acontecimentos ocorridos na Creche e Jardim da Infância da Junta de Freguesia, o alvo é o CENTRO COMUNITÁRIO.
A onda agora, já atingiu Os SERVIÇOS SOCIAIS, com a dispensa do Médico e da Fisioterapeuta do Centro Comunitário, os quais só vieram a saber do DESPEDIMENTO, no final do mês de Outubro, quanto se dirigiram aos serviços da Junta para receber a sua “DEVIDA REMUNERAÇÃO”
 “NÃO NECESSITAMOS MAIS DA VOSSA COLABORAÇÃO…”, foi o que ouviram os colaboradores da boca de um trabalhador que foi incumbido de transmitir as indicações deste novo executivo. Ao mesmo tempo estes despedimentos, demonstram bem a Linha de “DESMONTAGEM” dos serviços SOCIAIS prestados há anos e fundamentais à população de Moscavide.
A INSENSIBILIDADE Social REINA, por parte deste novo executivo, para eles SOCIAL é algo a DESMANTELAR. O MFM vai continuar a denunciar todas estas medidas de empobrecimento da Vila de Moscavide e, que são prejudiciais para a população.
 MOSCAVIDE EXISTE!
https://www.facebook.com/movimentofreguesiamoscavide?fref=ts

Etiquetas:

7 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Parece que não havia papeis. Que grande buraco.

3:30 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Calma lá com isso, sou uns que me disponibilizei ajudar no Movimento e garanto que existe várias pessoas de todas a cores politicas. Estão a tentar desvirtuar a composição do movimento.

6:46 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem es.
Então tem cuidado com quem andas, pois as Notas Publicas que têm aparecido mostram bem a tendencia.
Estas a tempo de os deixares a falar sozinhos.

8:33 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Agora já é a Oficina do Reformado, coisa que teve piada e ajudou meia duzia de familias. Depois era fazer trabalhitos pros amigos.
Ha que fazer um compasso de espera e corrigir, para fazer uma coisa séria.
Se alguem pedir um relatorio das visitas e intervenções, gastos e custos, vão dizer que não havia tempo para registos nem valeria a pena.
Havia que trabalhar de um modo profissional. Aquilo era pontape pra frente e meia bola e força.

10:28 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

O MFM tem os relatórios dos últimos 11 anos. E são cerca de 500 serviços anualmente, onde diz detalhadamente o que foi feito e tem também todos os dados da pessoa que solicitou. Não digam falsidades.

6:19 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Uma media de 2 trabalhos por dia? e quantas pessoas estavam envolvidas e viaturas para fazer so 2 serviços por dia.
Isso era um desperdicio. A media deviam ser uns 5 serviços por dia ou então reduzir o nº de pessoas, poupar no combustivel e reaproveitar esses recursos. Se calhar foi por isso que o novo Executivo quer ver como as coisas funcionavam e como devem funcionar. Não estará bem pensado, em poupar? No poupar é que está o ganho.

2:41 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Se é uma média... Depende depois do número efectivo de trabalhos por dia, tipo de trabalho, etc...

9:46 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial